Quem somos. Lei nº 4.886 Jurisprudência Publicações do CONFERE Eventos

Confere encerra intervenção no Core-SP

Em reunião realizada no dia 26 de julho, na sede do Core-SP, foi encerrada a intervenção do Confere no Core-SP, e a Diretoria foi reconduzida à gestão do triênio 2017/2019.

Na abertura da sessão, o diretor-presidente do Confere, Manoel Affonso Mendes, parabenizou o trabalho de reestruturação do Core-SP, realizado pela interventoria. “Hoje, podemos dizer que o Core-SP foi reinstalado após o saneamento das irregularidades constatadas. Entregamos, neste momento, um novo Conselho. Diante dessa virada de página, peço aos senhores respeito à Entidade, responsabilidade na administração desta Casa, profissionalismo e zelo na gestão”, frisou Manoel Affonso Mendes.

A interventoria apresentou à Diretoria do Core-SP os trabalhos desenvolvidos e os setores Jurídico e de Recursos Humanos traçaram as metas a serem alcançadas pelo Regional.

Dentre as ações realizadas durante a intervenção, citam-se: a implantação do Sistema Gerenti, permitindo a padronização das rotinas de registro, cancelamento e parcelamento; aquisição de licença de Sistema de Base de Dados; realização de pregões eletrônicos para a aquisição de central telefônica, digitalização de microfilme do arquivo permanente, contratação de empresa promotora de concurso público e aquisição de equipamentos de informática; formação e nomeação de pregoeiros; aprovação do novo plano de cargos e salários; criação do Portal da Transparência, em cumprimento à Lei nº 2.527/11; adoção da cédula de identidade profissional, aprovada pelo Plenário do Confere em 2017; fomento da Dívida Ativa e execução de acordos não cumpridos; acompanhamentos das Ações de Obrigação de Fazer para combater o exercício ilegal da profissão; regulamentação do uso dos veículos da Entidade; organização dos setores de Almoxarifado e Arquivo; contratação de novo corpo jurídico; cobrança registrada de anuidade e emolumentos para fins de controle e fiscalização.

"Reunimos esforços para apurar as irregularidades de gestão, de 2001 a 2017, que ensejaram o processo interventivo, observando, com rigor, as recomendações legais, dos Tribunais Superiores e Corte de Contas, além dos regulamentos do Conselho Federal”, afirmou Paulo Porto, presidente da Comissão de Sindicância.

“Entregamos o Core-SP com o sentimento de dever cumprido. Reestruturar a Entidade foi um grande desafio. O planejamento foi executado, com a realização de ações nas áreas administrativa, jurídica, contábil e tecnológica”, disse Daniel Nery do Vabo, interventor do Core-SP, ao tempo em que agradeceu a confiança da Presidência do Confere e a colaboração dos funcionários do Regional, recebida durante o processo interventivo.

Para o diretor-presidente do Core-PE, Archimedes Cavalcanti Júnior, o fim da intervenção é o instante zero e um marco para Core-SP. “Agora, os conselheiros reempossados têm, detalhadamente, o real conhecimento das suas atribuições. Era necessário entender o Regional, num sentido maior, e erradicar as decisões unilaterais. Que, de agora em diante, o Conselho tenha uma gestão compartilhada, caracterizada pela ênfase na participação de todos os membros na tomada de decisões, bem como o envolvimento consciente e integrado nas atividades que permeiam o Regional. Busquem proximidade com o Conselho Federal e com o Core-PE”, destacou Archimedes.

Após as assinaturas na Ata de Encerramento da Intervenção e recondução dos conselheiros, o diretor-presidente do Core-SP, Sidney Fernandes Gutierrez, discursou:

“Quero agradecer ao presidente do Confere, Manoel Affonso Mendes, ao interventor Daniel Nery do Vabo, aos profissionais do Conselho Federal envolvidos neste trabalho interventivo. Agradeço, também, o apoio dos funcionários desta Casa durante o processo. Juntos, todos desenvolveram um brilhante trabalho de saneamento para a reinstalação do Core-SP. Agradeço e ressalto a presença, neste Regional, do sempre e solícito amigo Archimedes Cavalcanti Júnior, presidente do Core-PE, que muito contribui para a disseminação das boas práticas administrativas. Aproveito o momento para pedir o alinhamento, o respeito mútuo, a união e o comprometimento desta Diretoria. Sem nenhuma distinção, espero contar com a compreensão e dedicação de cada um dos conselheiros. Tudo o que fiz, desde que assumi o Core-SP, foi para um bem maior: corrigir e sanear os erros administrativos. Peço que reflitam sobre as ações realizadas pela intervenção e que possamos, agora, realizar, com transparência, um trabalho de excelência em prol da nossa categoria".

Gestão consciente

“Fomos eleitos, mas não tínhamos noção da situação do Core-SP. Ao assumirmos, percebemos alguns desacordos e contradições jurídicas e administrativas. Tomamos a decisão de pedir ao Confere a intervenção, que era, realmente, muito necessária. Agora nos sentimos mais maduros e preparados e ainda mais motivados para contribuir com a Entidade. Vamos dar continuidade às atividades planejadas com dedicação e empenho.”

Dante Orefice Júnior,
diretor-tesoureiro do Core-SP

 

No meu departamento, antes, não tínhamos orientação ou alinhamento da Direção sobre os procedimentos. A intervenção trouxe mudanças significativas. Pessoalmente e profissionalmente, tenho aprendido todos os dias. Adotamos novos procedimentos, seguindo o Manual de Normas e Procedimentos Administrativos, Financeiro e Contábeis do Sistema Confere/Cores. E, com a adoção do sistema Gerenti, nossa rotina operacional se tornou muito mais simples e ágil, o que proporcionou um melhor atendimento ao representante comercial.”

Luciana Keli Pereira,
coordenadora do departamento de Atendimento, funcionária do Core-SP desde 2009


“A intervenção foi necessária e os resultados, positivos. Não tínhamos uma padronização dos serviços e rotinas. A intervenção possibilitou a funcionalidade do Conselho em sua totalidade, saneou as deficiências e falhas do Regional, melhorando a qualidade dos serviços realizados.”

Fabrício Robson Silva dos Santos,
chefe do setor de Fiscalização e Dívida Ativa, funcionário do Core-SP desde 2005


“O que posso ressaltar, na condução da intervenção, foi o respeito aos funcionários do Regional. A intervenção mostrou a importância e funcionalidade de cada setor.”

Jailson Augusto de Oliveira,
chefe do setor de Contratos, funcionário do Core-SP há um ano